ATENÇÃO:  SESSÕES DA CÂMARA DE VEREADORES DE TORRES - ASSISTA AQUI ON LINE - SEGUNDAS  FEIRAS - 16.00 h 

Estas sessões, gravadas, ficarão rodando na TV DIGITAL durante toda a semana e, posteriormente, arquivadas no ícone barra superior TORRES/Câmara de Vereadores

 ALMANAK Junho 24-25

FIM DE LINHA

                                                                                               Paulo Timm

Especial REPORTER INDEPENDENTE, BSB ’26 Junho

 

                                                       *

Diz o Poeta Maior (FP):

“Não! Não digas nada.

Supor o que dirá a sua boca velada

É dizê-lo já.

Sê!”

Mas como calar diante destes fatos?

*“Pesquisa revela que  47% da população tem vergonha de ser brasileiro”. - http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/06/1895647-vergonha-de-ser-brasileiro-atinge-recorde-de-47-diz-datafolha.shtml

*“A crise moral, mais do que a crise econômica é o principal entrave para que o Brasil não atinja todo potencial que pode e, por essa razão,  precisamos com urgência de uma reforma nas nossas instituições, fortalecendo-as para evitar a ascensão de “salvadores da pátria messiânicos” que em nada resolverão os nossos problemas com discursos populistas e extremamente imediatistas” - https://historiapoliticaeblablabla.wordpress.com/2017/06/11/a-falencia-moral-das-instituicoes-publicas-brasileiras/

A Receita Federal detectou um salto no número de pessoas que desistiram de ter domicílio fiscal no Brasil, transferindo as obrigações tributárias para outros países. assinado pelo Brasil e mais de 100 países, vai facilitar a fiscalização desses recursos. O número de declarações de saída definitiva entregues, segundo os dados mais recentes, obtidos pelo GLOBO, subiu 67%, de 11.584 em 2014 para 19.377 entre janeiro e 11 de setembro de 2016”.-
https://oglobo.globo.com/economia/cresce-numero-de-brasileiros-que-declaram-deixar-pais-20129954#ixzz4l6FoPCc9

*“O governo do presidente Michel Temer (PMDB) é considerado ótimo ou bom por apenas 7% da população, segundo pesquisa realizada pelo Datafolha divulgada neste sábado. É a menor taxa já registrada por um presidente no país em 28 anos. Somente José Sarney (PMDB) ficou abaixo desse patamar, com 5% em setembro de 1989, em meio à crise da hiperinflação. A pesquisa mostra que a população despreza o delator, mas não caiu no truque de desqualificar a delação. Há um mês, Temer faz discursos indignados e diz que é vítima de armação. Não convenceu quase ninguém. Para 83%, ele teve participação direta no esquema de corrupção descoberto pela Lava Jato. Só 6% acreditam na inocência presidencial.” - http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/06/1895647-vergonha-de-ser-brasileiro-atinge-recorde-de-47-diz-datafolha.shtml

“O ápice de popularidade do PT foi no próprio governo Dilma, em março de 2013, pouco antes das manifestações de junho. A sigla havia chegado a 29% de preferência popular.No levantamento feito entre quarta-feira (21) e sexta (23) com 2.771 entrevistados, o Datafolha aponta em segundo lugar, empatados com 5%, o PSDB e o PMDB. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.A grande maioria dos entrevistados, no entanto, não tem preferência por partidos. Esse índice é de 59%.Além de PT, PSDB e PMDB, apenas outras três legendas chegam a pontuar na pesquisa. PSOL, PV e PDT alcançaram 1% cada.” -http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-06-25/pt-popularidade.html

Durante a visita de Temer à Rússia, ele viu os Estados Unidos suspenderem a importação de carne in natura brasileira. Na Noruega foi pior: Michel Temer chamou o país de Suécia, viu o Brasil perder metade do fundo de combate ao desmatamento na Amazônia e ainda ouviu da primeira-ministra Erna Solberg a necessidade de limpeza de corruptos. Resultado não poderia ser pior. O mundo acompanha a tragédia brasileira perplexo. Enquanto o jornal francês Le Monde diz que o País se tornou um "estrela pálida na cena internacional" (leia aqui), a fundação alemã Konrad Adenauer aponta que, sob Temer, o Brasil perdeu "importância no cenário internacional" e "está desperdiçando seu potencial geopolítico." - https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/302952/Temer-destr%C3%B3i-imagem-do-Brasil-no-mundo.htm

 

*“Esta semana viu o maior esfrangalhamento da base do presidente Michel Temer no Senado, às vésperas da votação da reforma trabalhista pelo plenário da casa. Pelo  menos dez senadores de partidos aliados do governo Michel Temer resolveram nesta semana se declarar “independentes”. Eles demonstram desconforto com a crise no Planalto e pedem reação do Congresso por uma pauta própria. Parte desses senadores não se identifica com a agenda das reformas trabalhista e da Previdência. Apesar de não configurar um grupo organizado, alguns se reuniram e combinaram fazer discursos em plenário para cobrar atuação do Congresso (Fonte: Carta Polis e Estadão).” - http://www.cartapolis.com.br/a-semanacomo-foi-temer-reune-forcas-para-reagir-a-pressoes 

 

E você, o que  pensa e diz sobre tudo isso…?

 

***

 

ALMAMAKM Junho 19-20

 

Hoje, mais uma vez,  dou a pena aos face-amigos .Trata-se de um imperativo com vistas à permitir a ampla circulação de ideias capazes de trazer aqui opiniões e informações alternativas.


1.Eudir Alberto Meirelles Nunes

O número de pessoas vivendo na pobreza no Brasil deverá aumentar entre 2,5 milhões e 3,6 milhões até o fim de 2017, afirmou um estudo inédito do Banco Mundial divulgado nesta segunda-feira. O Brasil perdeu mais 18 posições no ranking das economias mais competitivas do mundo, caindo para a 75ª colocação, segundo o Relatório Global de Competitividade, divulgado nesta terça-feira (29) pelo Fórum Econômico Mundial (WEF) em parceria com a Fundação Dom Cabral. Trata-se da maior queda já registrada pelo país e pior posição da série histórica da pesquisa. VOCÊS,... que bateram panelas para apoiar a esses golpistas, pense nisso quando estiver na procissão de CORPUS CHRISTI no dia de hoje rezem muito e façam um "MEA CULPA"!!!

 2.Maria José Maninha

*Desespero final de um governo que não existe*

O povo brasileiro, vindo de todos os cantos do país, ocupou Brasilia nesta tarde de 24 de maio de 2017. Um brado retumbante ecoou na Esplanada dos Ministérios: o povo quer a saída de Temer. A reação do presidente ilegitimo e de seus aliados foi semelhante àquela escolhida pelos militares no final do regime de exceção: repressão violenta contra trabalhadores e estudantes numa pacífica e gigantesca manifestação.
O povo não recuou e, num ato de desespero, Temer decreta intervenção militar em Brasilia.
Repudiamos este ato de força. Exigimos sua imediata revogação. Aliás, junto com todo povo brasileiro exigimos a revogação deste governo e a convocação imediata de eleições diretas.
Não retrocederemos.
Não acatamos o decreto que, ao invés de garantir a ordem, mantém a desordem governamental vigente.
Não aceitaremos que as reformas continuem tramitando.

Fora Temer! Diretas já!

Luiz Araújo  Presidente do PSOL

 
3.Renato Janine Ribeiro

Não entendo por que tantos comentadores experientes estão repetindo que não-sabem-se-a-Lei-de-Inelegibilidades vale para eleições indiretas ou só para diretas, se vale para eleições que completem um mandato ou somente para as programadas no calendário.
Voltei a ler a Lei Complementar 64/1990 e ela em nenhum momento diz que só vale para eleições diretas, que só vale para as que estão no calendário ou que só vale quando jornalistas acham que vale.
Talvez a razão dessa dúvida hamleto-cartesiana seja porque os dubitativos queiram na Presidência um inelegível, seja ele um ministro de Estado como Meireles, seja um ministro do STF como Carmen Lúcia ou Gilmar, seja um governador como Alckmin ou um prefeito como Dória.
Ou talvez seja porque não leram a lei em questão

 

4. Evangélicos preparam ofensiva contra Rodrigo Janot

 

 Por Ernesto Neves - access_time15 jun 2017, 11h59 - Publicado em 15 jun 2017, 10h20

more_horiz - http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/evangelicos-preparam-ofensiva-contra-rodrigo-janot/  

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/evangelicos-preparam-ofensiva-contra-rodrigo-janot/   

Como se Rodrigo Janot já não tivesse trabalho suficiente, ele agora terá de lidar com a grita dos evangélicos.

Isso porque o procurador-geral da República mantém posição firme contra leis municipais que proíbem o ensino de educação sexual e ideologia de gênero.

Com isso, deputados evangélicos planejam uma visita à PGR na próxima terça (20). Segundo Ezequiel Teixeira (Podemos-RJ), a atitude de Janot é autoritária. Ele fará um discurso contra a atitude no plenário da Câmara.

“Querem, de qualquer forma, nos enfiar goela abaixo a doutrinação de nossas crianças e adolescentes nas escolas”, disse.

A PGR já apresentou ações para derrubar a proibição nas cidades de Cascavel (PR), Blumenau (SC), Paranaguá (PR), Palmas (TO), Novo Gama (GO), Ipatinga (MG) e Tubarão (SC).

 

 5.Arrecadação de impostos cai mais e dificulta ajuste

http://www.valor.com.br/brasil/5003682/arrecadacao-de-impostos-cai-mais-e-dificulta-ajuste

Por Ribamar Oliveira, Raphael Di Cunto e Marcelo Ribeiro | De Brasília

14/06/2017 

 Uma nova frustração da receita de tributos federais foi registrada em maio. Houve uma queda real, na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com dados preliminares do Siafi, o sistema eletrôn

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.valor.com.br/brasil/5003682/arrecadacao-de-impostos-cai-mais-e-dificulta-ajuste ou as ferramentas oferecidas na página. 
Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

6. Eduardo Dutra Aydos - Ó Tempos! Ó Costumes!

TRUMPOLOGIA, ou a arte de se tornar um sociopata num abrir e fechar dos olhos. Basta abrir os olhos para a política 'democrática' do Sr. Trump revendo os termos do acordo EUA-CUBA, e fechar os olhos para a política 'autocrática' do Sr. Trump armando até os dentes a Arábia Saudita. Ou vice-versa. Sei não... sem pretender apologia do seu recente divulgador, num outro patamar de considerações, a fábula do Monteiro Lobato sobre o Américo Pisca Pisca poderia ser atualizada: piscou de um lado é esquerdopata, piscou do outro vira direitopata... enquanto isso planeta gira, as paixões se acirram, o Lula continua impune e o Temer ainda governa. Da minha parte, não tenho cabeça nem estômago de avestruz - não consigo fechar os olhos diante da truculência, nem digerir a inconsistência das viseiras ideológicas que se amplificam neste tempo

 7.MANIFESTO BRASIL NAÇÃO EM POA DIA 29

Encaminho, em anexo, o card do Lançamento do Manifesto do Projeto Brasil Nação, que a acontecerá no dia 29 deste mês, no teatro Dante Barone, às 18:30h.

Trata-se do início de um movimento, sem nada definido ainda. A ideia é a construção coletiva de um projeto de Nação que reúna um consenso mínimo capaz de unificar uma plataforma conjunta para o país.

Além do card, envio também links do próprio manifesto, com a indicação da forma de adesão, e de notícias sobre o lançamento em São Paulo.

Nos próximos dias haverá o lançamento em Brasília e no Rio de Janeiro e posteriormente em Belo Horizonte.

Além da presença de Luiz Carlos Bresser-Pereira estamos trabalhando para conseguirmos a participação do senador Roberto Requião, que está tentando adequar sua agenda.

Peço a sua presença e seu empenho na divulgação e na mobilização para o Ato de Lançamento.

Com um grande abraço,

Benedito Tadeu César

Pela Coordenação do Comitê em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito

Envio, abaixo, links com o texto do Manifesto e do seu lançamento em SP.

http://www.nocaute.blog.br/brasil/manifesto-do-projeto-brasil-nacao.html

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/04/1875314-intelectuais-e-artistas-lancam-manifesto-contra-desmonte-do-pais.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/04/1878999-grupo-de-intelectuais-lanca-manifesto-do-projeto-brasil-nacao.shtml

http://jornalggn.com.br/noticia/manifesto-aponta-desmonte-do-pais-e-propoe-projeto-nacional

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/04/intelectuais-lancam-manifesto-do-projeto-brasil-nacao-1

http://www.revistaforum.com.br/2017/04/25/projeto-brasil-nacao-sera-lancado-na-quinta-em-sp-com-a-presenca-de-intelectuais-artistas-e-politicos/

Abraços, Benedito Tadeu César

 

8. Luciano Mendes – Controle de imigrações FBook

Imagine que tenhamos o melhor presidente da república do mundo, os melhores políticos do mundo em nosso Congresso Nacional, que fizessem a melhor política econômica do mundo para o Brasil e que trouxesse o mais alto crescimento econômico do mundo. Tudo isso, não adiantaria em nada se não fizermos políticas de controle de imigração.

CurtirMostrar mais reações

Comment - Flavio Dos Santos Consul Em 2016 entraram no brasil aprox 29.000 imigrantes, sendo aprox 27.000 com visto de trabalho temporario(a grande maioria procedentes de paises do primeiro mundo), e aprox 2.000 imigrantes definitivos.
Estes apro 2.000 definitivos trouxeram aprox 130 milhoes de reais em patrimonio.
Os dados oficiais estao disponiveis no site do ministerio do trabalho.
Independentemente da situacao economica do brasil, este pais nao e destino preferencial de fluxos de imigrantes.

9.Iza Haim compartilhou um link no grupo RealidadePolítica, Filosofia Política & Realpolitik – FB - O Brasil no dia a dia.

A mídia e os analistas estão falando de uma visão difundida depois da segunda guerra mundial pelo economista, ex-diretor do Banco da Itália e ex-presidente italiano Luigi Einaudi.

Einaudi se esforçou para desenvolver as ideias do liberalismo econômico, cujo principal argumento é o de deixar o curso da atividade econômica nas mãos do mercado. Ao governo, nessa visão, cabe apenas o papel de tomar medidas para aumentar os mercados, promover a competitividade, proibir monopólios e dar base legal e política para o setor privado se organizar, inovar e produzir. Qualquer ação do governo além dessas medidas deve ser evitada a todo custo, pois gera inflação e distorções na economia que a tiram do seu “caminho natural”.

Para essa visão, o governo é menos eficiente que o setor privado e, assim, quanto menor a participação dos gastos públicos na economia e quanto menos impostos existirem, mais espaço se abre para os empresários privados determinarem o melhor caminho para a economia, de investimento e crescimento econômico. É aqui que entra a ideia da austeridade fiscal, que basicamente significa cortar gastos públicos ou aumentar impostos de setores selecionados.

Quando se corta o gasto público dois problemas são evitados, de acordo com essa argumentação. O primeiro é a inflação, pois a redução dos gastos do governo gera uma redução de todos os produtos e serviços demandados da economia. Com menos demanda na economia, provocada por menores gastos do governo, menor é a pressão sobre os preços e menor a inflação. O segundo problema evitado é o que no economês se conhece como “crowding out”, ou seja, a ocupação, por parte do governo de setores onde os gastos seriam feitos pelo setor privado. Quando o governo corta seus investimentos em saúde, por exemplo, essa visão argumenta que o setor privado passa a investir nessa área.

Do lado das receitas públicas a austeridade fiscal significa aumentar impostos (carga tributária). Mas isso não é contraditório à ideia de “menos impostos na economia”, do liberalismo econômico? Sim. Mas o argumento é que o governo aumente transitoriamente a carga tributária até ajustar as contas públicas, para que, depois, possa reduzir os impostos e conduzir o orçamento público de forma equilibrada. De preferência, quando há aumento dos impostos, ele não deve ocorrer sobre as empresas, para não desestimular os investimentos, mas sobre o consumo, mais uma vez para reduzir a demanda da economia e a inflação.

De todo modo, a austeridade fiscal significa redução dos gastos públicos ou aumento da carga tributária. Como o aumento dos impostos prejudica ainda mais as economias que não conseguem crescer, essa visão geralmente defende o corte dos gastos como o caminho mais adequado a se tomar.

 Mitos da austeridade: do que estamos falando? - Portal Vermelho

A todo o momento ouvimos, no rádio, na TV, ou lemos nos jornais e revistas que o “governo gasta em excesso”, que as “contas públicas não são saudáveis” e que,…

M.VERMELHO.ORG.BR

 

 10Nesta quarta, deputados e senadores lançam Frente em defesa da soberania nacional

 SEG, 19/06/2017 - 17:23

Jornal GGN - Na próxima quarta-feira (21), mais de 200 deputados e 18 senadores irão lançar a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional. O objetivo da frente é unir os parlamentares contra medidas adotadas pelo governo de Michel Temer e que são consideradas um atentado à soberania do Brasil.

Entre as medidas criticadas, estão o desmonte da Petrobras, o esvaziamento da indústria nacional, a permissão da venda de terras para estrangeiros, a internacionalização de serviços públicos como saúde e educação e a abertura do Brasil ao oligopólio internacional de insumos agrícolas, além da adoção de uma política externa classificada como submissa.

 

Em sua comissão executiva, a Frente Parlamentar conta com os senadores Roberto Requião (PMDB-PR) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e os deputados Patrus Ananias (PT-MG),  Glauber Braga (Psol-RJ), Celso Pansera (PMDB-RJ), Afonso Motta (PDT-RS) e Odorico Monteiro (PSB-CE).

Em manifesto, a Frente defende a exploração eficiente dos recursos minerais, a construção de infraestrutura para desenvolver o país, a contribuição da agricultura para a alimentação do povo e para as exportações, um sistema de crédito que favoreça o capital produtivo nacional, uma política externa independente, entre outros pontos.

Também participarão do ato de lançamento da Frente os ex-ministros Luiz Carlos Bresser-Pereira e Celso Amorim.

Leia a íntegra do manifesto abaixo:

                        MANIFESTO PELA SOBERANIA NACIONAL

  1. O fundamento da democracia brasileira é a soberania, inscrito solenemente no Artigo 1° da Constituição.
  2. Este mesmo Artigo Primeiro estabelece solenemente que todo Poder emana do povo que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente.
  3. A soberania é o direito inalienável e a capacidade da sociedade brasileira de se organizar de acordo com sua história e características sociais para promover o desenvolvimento de todo o seu povo, de forma justa, próspera, democrática e fraterna.
  4. Esta soberania não pode ser limitada por políticas ocasionais que a comprometam e que dificultem a autodeterminação do Brasil e sua capacidade de resistir a tentativas de interferência externa.
  5. A renúncia a certos direitos invioláveis, tais como o direito de organizar seu Estado e sua sociedade de forma a promover o desenvolvimento, é inadmissível.
  6. Assim, cabe ao Congresso Nacional, integrado por representantes eleitos pelo povo brasileiro, garantir a soberania, o desenvolvimento e a independência nacional.
  7. A organização de uma Frente Parlamentar de Defesa da Soberania se justifica na medida que Estados subdesenvolvidos como o nosso enfrentam sempre a ação de Estados mais poderosos para que reduzam sua soberania, enquanto esses Estados defendem e preservam com todo o empenho sua própria soberania.
  8. Os eixos principais de ação da Frente Parlamentar serão a defesa da exploração eficiente dos recursos naturais, entre eles o petróleo, para a promoção do desenvolvimento;
  • da construção de uma infraestrutura capaz de promover o desenvolvimento;
  • da contribuição da agricultura para a alimentação do povo e as exportações;
  • do capital produtivo nacional e de um sistema de crédito que tenha como objetivo seu fortalecimento;
  • do emprego e do salário do trabalhador brasileiro;
  • de um sistema tributário mais justo;
  • de Forças Armadas capazes de defender nossa soberania;
  • de uma política externa independente.

 

 

 

                                                             *** 

 



Total de visitas: 1078
Início

Baixe o aplicativo para Android gratuito

 

LIDER DOS SEM TETO – ENTREVISTA RECORD

https://www.facebook.com/mtstbrasil/videos/1081542991884031/

 

30 locais deslumbrantes em Portugal que deve visitar antes de morrer | VortexMag

Por todo o país existem cantos e recantos de encantar. Descubra 30 locais deslumbrantes em Portugal que deve visitar antes de morrer.

http://www.vortexmag.net/30-locais-deslumbrantes-em-portugal-que-deve-visitar-antes-de-morrer/

 

https://youtu.be/Y97fhAH7Cyc?t=12

O homem diante dos animais desde a origem

https://www.facebook.com/academiadecienciasnaturais/videos/1921913274733243/

 

REVISTAPROSAVERSOEARTE.COM| - https://goo.gl/7JBpcv

tps://www.facebook.com/fundobrasil/videos/275888096212785/
XXXXXXXX
MATERIA EM DESTAQUE 21 25 JUNHO

 

Os desafios do desenvolvimento


JORGE AUDY - Assessor de Ciência, Tecnologia e Inovação da reitoria da PUCRS e presidente da Anprotec - audy@pucrs.br

Em nenhum momento da História, a educação e a inovação foram tão determinantes para o futuro de nosso país. A educação, por ser a base para construção de uma sociedade mais justa e equilibrada. E a inovação, porque foi pelos investimentos em ciência e tecnologia que os países que lideram a economia mundial atingiram essa posição. Porém, o Brasil está perigosamente comprometendo nosso potencial de crescimento e de investimentos nessas duas áreas. Ao limitarmos os investimentos em educação e em ciência e tecnologia, comprometemos não só o presente, mas as futuras gerações e o futuro do país como protagonista em um mundo de transformação.

Nesse sentido, não podemos aceitar que projetos, tanto do Legislativo quanto do Executivo ou de todos os níveis de governo, subtraiam nossas esperanças e nosso potencial. E é isso o que acontece quando são aprovadas políticas e projetos que reduzem os investimentos nessas duas áreas. Evidente que o país vive momentos de enorme crise econômica e desequilíbrio nas contas públicas. Mas, para superar este momento, parece que nossos governantes optaram por políticas de cortes de gastos indiscriminados, reduzindo investimentos em todas as áreas e em todos os segmentos. Esta postura não nos ajudará a superar a crise. Ao contrário, nos afundará mais ainda em uma espiral de depressão (das pessoas) e recessão (da economia). Entendemos que, como sempre, a sabedoria está no equilíbrio, nem cortar tudo, nem seguir gastando sem responsabilidade. Devemos, mais do que nunca, investir, mas investir bem, investir no nosso futuro, com responsabilidade e audácia.

Ao mantermos e ampliarmos os investimentos nestas áreas, educação e inovação, mostramos para a sociedade como vamos superar esta crise e como vamos nos (re)posicionar no cenário mundial das nações. Educação e inovação: este binômio é a luz ao fim do túnel, a esperança de construirmos um futuro melhor. Devemos parar de comprometer nosso futuro reduzindo energia e investimentos em educação, em ciência e tecnologia e em inovação. Ou o legado de nossa geração ao futuro será a regressão a uma sociedade pré-industrial, cada vez mais desequilibrada e desalinhada com os valores e princípios que regem a nova economia e a nova sociedade.

 

Organizações criminosas deixam rombo de R$ 123 bi

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,organizacoes-criminosas-deixam-rombo-de-r-123-bi,70001846542

Desvios. Dados da PF revelam prejuízo causado em 4 anos por grupos investigados em 2.056 operações; quase metade do valor está ligado a fraudes nos fundos de pensão

Alexa Salomão, Daniel Bramatti e Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

18 Junho 2017 | 05h00

Em quatro anos, a Polícia Federal deflagrou 2.056 operações contra organizações criminosas que provocaram prejuízos estimados em R$ 123 bilhões ao País. Os números revelam que o maior rombo não é o apurado pela Lava Jato, mas o causado pelas fraudes nos fundos de pensão investigadas na Operação Greenfield, que alcançam R$ 53,8 bilhões ou quatro vezes o valor de R$ 13,8 bilhões desviados pelo esquema que agiu na Petrobrás.

Esse quadro é o resultado da conta feita pelos investigadores federais com base em valores de contratos fraudulentos, impostos sonegados, crimes financeiros e cibernéticos, verbas públicas desviadas e até mesmo danos ambientais causados por empresas, madeireiras e garimpos. Tudo misturado ao pagamento de propina a agentes públicos e políticos.

Os dados são da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor), da PF, e foram obtidos pelo Estado por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). 

Segundo especialistas em máfias e grupos criminosos, a análise dos números mostra a mudança do perfil do trabalho da PF, priorizando a investigação patrimonial das organizações. “Há uma tendência das investigações em se preocupar mais com os aspectos patrimoniais do que acontecia há 5 anos, quando se pensava só em autoria e materialidade”, afirmou o procurador da República Andrey Borges de Mendonça.

 

De fato, nos últimos três anos, esse montante cresceu ano a ano, partindo de R$ 6,8 bilhões em 2014 até atingir R$ 80 bilhões em 2016, um aumento de 1.068%. Os valores sequestrados ou recuperados com as operações também aumentaram ano a ano. Em 2013, a Dicor listou R$ 6 milhões. Já no seguinte – início da Lava Jato – esse número subiu para R$ 2,6 bilhões e, em 2016, atingiu R$ 12,4 bilhões.

“Isso também mostra as prioridades adotadas pela Polícia Federal”, disse o juiz aposentado e ex-secretário nacional antidrogas Wálter Maierovitch, que participou como perito convidado da Convenção de Palermo. Organizada pelas Nações Unidas em 2000, a convenção, da qual o Brasil é signatário, definiu as regras de combate ao crime organizado.

Escalada semelhante de valores pode ainda ser observada naquilo que os agentes federais chamam de “prejuízos evitados”, quando a operação interrompe a prática de crimes, antes que eles se consumem. Nesse caso, os valores subiram de R$ 2,8 bilhões em 2014 para chegar a R$ 59,1 bilhões em 2016 – e já teriam atingido R$ 12,4 bilhões no primeiro trimestre deste ano. “O objetivo é asfixiar essas organizações, pois não adianta nada investigar autoria e materialidade se não se consegue recuperar o patrimônio”, disse Mendonça.

Além do enfoque na descoberta e no sequestro dos bens das organizações criminosas, os números também mostrariam o efeito da disseminação do estilo de investigação adotado pela Lava Jato, em Curitiba, com a criação de forças-tarefa envolvendo diversos órgãos.

“O que a força-tarefa de Curitiba trouxe é essa forma nova de investigar”, disse Mendonça, que participa da forças-tarefa da Lava Jato e hoje atua nas Operações Greenfield e Custo Brasil, que investiga fraudes e corrupção no Ministério do Planejamento no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, a PF tem de cumprir seu papel e sua missão em todos os aspectos e espectros onde tem criminalidade dentro de sua competência. “É isso o que a sociedade espera da corporação.”

E são muito os afetados. Quase 2 milhão de beneficiários de fundos de pensão investigados na Greenfield tiveram de arcar com parte dos prejuízos gerados. “A gente se sente impotente diante de tudo o que aconteceu e é preciso botar a boca no trombone para não ocorrer outra vez”, disse Suzy Cristiny Costa, da Fentect, federação do servidores dos Correios.

Ranking. Entre os dez maiores prejuízos investigados pela PF, além dos apurados pela Greenfield e Lava Jato, estão os causados pelas organizações criminosas que são alvo das Operações Acrônimo, que apura o desvio de verbas e financiamento ilícito de campanhas eleitorais, e Zelotes, que averigua crimes tributários e corrupção no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (Carf), órgão do Ministério da Fazenda.

Há ainda os casos envolvendo as Operações Enredados – R$ 5,1 bilhões de prejuízo – em que os agentes federais apuraram crimes ambientais e pagamento de propinas no extinto Ministério da Pesca, e esquemas de fraudes tributárias, contrabando e evasão de divisas apurados nas Operações Celeno, Valeta e Huno. A lista é completada pela Janus, que verifica supostas fraudes no financiamento do BNDES para obras da Odebrecht em Angola.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

COMMENT - Francisco Pessoa Faria Junior compartilhou a publicação de Nem um Real a mais.

É muito difícil calcular os gastos com a corrupção. Os gasto de todo o setor público, excluídos os financeiros, chegam a R$ 2 trilhões. Se 3% forem desviados, teremos R$ 60 bilhões - por ano! Esse cálculo da PF é diferente, e considera também outros tipos de prejuízos. São, de qualquer forma, valores que nos fazem questionar: como nos pedem mais sacrifícios e impostos sem antes diminuir desvios e ineficiência? Nem um real a mais

 

Levi-Strauss faz 100 anos de vida - o pensador do Estruturalismo

http://bioterra.blogspot.pt/2008/11 


24.11.2008 - 10:18 Por Paulo Miguel Madeira, Público

Lévi-Strauss é um nome familiar a quem estudou na área das Ciências Sociais, onde as suas obras têm sido referência ao longo de gerações. É de algum modo um intelectual-vedeta global, sobretudo no meio científico, como a França produziu vários no século passado, daqueles que marcaram gerações.

Foi o primeiro antropólogo na Academia Francesa, a cujas sessões se deslocava regularmente até há não muitos anos. No entanto, duas quedas obrigaram-no a limitar os movimentos, conta a AFP a propósito da efeméride. Habita num edifício discreto na zona oeste de Paris e não se mostra inquieto com a posteridade nem escreveu memórias.

A celebridade chegou-lhe cedo e a sua memória não parece comprometida. Entre as homenagens agendadas, há uma jornada especial na sexta-feira no Museu do Quai Branly, em Paris, onde uma centena de personalidades vão ler os seus principais textos. O canal de televisão franco-alemão Arte vai dedicar-lhe uma emissão especial e há cerca de vinte títulos seus nas livrarias.

Filho de judeus franceses, nasceu na Bélgica, em 1908, mas mudou-se para França ainda em idade de estudar no liceu. Depois, na Sorbonne, em Paris, estudou Direito e Filosofia, tendo sido professor desta última disciplina no ensino secundário.
Em 1935 foi para o Brasil. Aceitou um lugar como professor de Sociologia na Universidade de São Paulo, onde começou a sua carreira de etnólogo. Naquela época, havia milhares de índios nos subúrbios da cidade, o que lhe permitiu dedicar os fins-de-semana à sua nova disciplina, conta o investigador José Pereira da Costa, da Universidade Nova de Lisboa, num artigo no PÚBLICO no 50.º aniversário da publicação de Tristes Trópicos.

Lévi-Strauss não se ficou pela investigação de proximidade. Partiu mais tarde para o Mato Grosso e a Amazónia, onde contactou muitas tribos. Mais tarde também estudaria índios norte-americanos, mas em menor número.

Em As Estruturas Elementares do Parentesco, sua primeira obra de grande projecção, publicada em 1949, forneceu um novo método de análise que se tornou comum a muitos antropólogos. A tese do livro é que o "parentesco" está no centro da Antropologia - que estuda o homem na sua dimensão social. E aqui o parentesco é entendido como as regras de aliança, de filiação, de residência ou de perpetuação das populações.

"A grande questão da Antropologia é a variação entre as diferentes culturas. Porque é que há culturas diferentes?", resume uma das antigas alunas de Lévi-Struss, Anne-Christine Taylor, especialista em culturas indígenas da Amazónia, citada pela AFP. "Ele trouxe um olhar novo a esta questão, partindo do postulado de que há uma ordem por trás das diferentes culturas", acrescenta.

A sua obra mais marcante, Tristes Trópicos, chegou em 1950. Trata-se de uma autobiografia intelectual que recebeu o Prémio Goncourt e teve êxito também junto de um público muito para além da comunidade científica. E, em 1958, Antropologia Estrutural abre o caminho ao estruturalismo, a nova corrente do pensamento de que foi o principal teorizador, aplicando ao conjunto dos factos humanos de natureza simbólica um método que procura as formas invariáveis existentes em conteúdos diferentes. No ano seguinte era titular da Antropologia Social no Collège de France, de onde se reformou em 1982.

                                                     Primitivos como nós
Já em 1962, em O Pensamento Selvagem, vem dizer-nos que este pensamento está em todos nós. "Não se trata tanto do pensamento dos selvagens, mas do pensamento selvagem, uma forma que é apanágio de toda a humanidade e que podemos encontrar em nós, mas normalmente preferimos procurar nas sociedades exóticas", explicava o autor na altura, segundo recorda a AFP.
Pereira da Costa lembra que o método estruturalista se tornou uma moda que substituiu o existencialismo de Sartre nos anos 1960 e 70, sendo utilizado nas Ciências Sociais e Humanas em geral. Mas destaca, por palavras próprias, que para Lévi-Strauss cada membro de uma cultura deverá sentir-se grato pelas suas próprias especificidades: "A civilização mundial deverá consistir na coexistência de culturas o mais diversas que se possa imaginar, mas que preservem a sua originalidade. Nenhuma poderá invocar os seus próprios valores para julgar as outras e considerar-se superior a elas."

Por outro lado, Lévi-Strauss criticou também o aparecimento de uma corrente de pensamento humanista que secundarizou a natureza, tornando-se assim num precursor do movimento ecologista. O autor é centenário, a obra continua actual.

O diário francês Libération diz que ele "instalou-se há muito numa espécie de intemporalidade", em que "não se mistura com nada que não tenha escolhido", o que já "é anterior à sua reforma". Numa entrevista em 2005, Lévi-Strauss disse: "Dirigimo-nos para uma espécie de civilização à escala mundial. (...) Estamos num mundo a que já não pertenço. Aquele que conheci, aquele de que gostei, tinha 1500 milhões de habitantes. O mundo actual tem seis mil milhões de humanos. Já não é o meu."

 

                                                        XXXXXXXXX

 SITES RECOMENDADOS

   VLOGS  JOVENS   PÓS MODERNOS –

Os melhores blogs sugeridos por Alessandro Galvão

 

Daily Vlog – Izzi Nobre : A redação do ENEM e os Direitos Humanos -https://youtu.be/Nb9gLpCQ_pY

Apropriação Cultural -https://youtu.be/bZhvpGj1og8 - Quem inventou o cristianismo - https://youtu.be/01ima537ijw - Cristianismo -https://youtu.be/nGUeXKMuqws

UMA AULA DE HISTÓRIA - https://youtu.be/wYQ-GdtydZY

Esquerda e Direita -https://youtu.be/gyeEyp2wwAk

 

Revistas Eletrônicas e Links Recomendados

Revistas

Manto Diáfano – ED VERBENA – Brasília DF
http://www.verbenaeditora.com.br/in…/…/revista-manto-diafano

 

Revista Acontecimiento, dedicada à divulgação e elaboração do pensamento de Alain Badiou na América Latina, por aqui: https://www.facebook.com/RevistaAcontecimiento/?fref=ts

 

Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia http://ideiaeideologia.com/wp-conte…/uploads/2016/…/Ceii.pdf

 

Que Será? - Pernambuco

www.quesera.com.br

 

Revista Fevereiro

https://revistafevereiroblog.wordpress.com/ - http://espacorevistacult.com.br/cursos-descricao.php?curso=290

 

La ONDA DIGITAL - Montevidéu. 
http://www.laondadigital.uy/

 

 

REVISTA PROFANAÇÕES- http://www.periodicos.unc.br/index.php/prof

 

REVISTA BRASILEIROS

http://brasileiros.com.br/revista-brasileiros/ 

 

           Revista Lusofonia Blog dos Países de Língua Portuguesa

                              https://revistalusofonia.wordpress.com/

 

 

Revista Dialectus 

 

REVISTADIALECTUS.UFC.BR - Revista Diálogos do Sul - Revista Xapuri - 

 


----------------

SITES RECOMENDADOS

13 sites que querem mudar o jornalismo brasileiro

www.sul21.com.br -   www.outraspalavras.com.br - www.cartamaior.com.br

www.desenvolvimentistas.com.br -  http://www.auditoriacidada.org.br/

 

www.correiocidadania.com.br/     -  www.ecodebate.com.br

www.patrialatina.com.br         www.estrategiaeanalise.com.br  - www.abdic.org.br

http://plataformapoliticasocial.com.br/ - http://www.ifch.unicamp.br/cemarx/site/ - http://www.voltairenet.org/   -  http://www.esquerda.net/ -        http://resistir.info/ -  http://ciperchile.cl/

http://www.dominiopublico.gov.br  - http:/www.oplop.uff.br

http://newleftreview.es/  - http://www.esquerda.net/  -

Fórum Mundial das Alternativas - http://neai-unesp.org/  - http://www.jubileusul.org.br/

http://portaldelaizquierda.com/ 

Forum 21 - https://www.facebook.com/groups/1465485120431945/

 - http://blogdaboitempo.com.br/category/colaboracoes-especiais/vladimir-safatle/

http://www.timmsouza.blogspot.com.br/ - www.paulotimm.com.br

http://www.ideiaeideologia.com   - https://www.facebook.com/IdeiaeIdeologia/?fref=nf /

www.jornaljáhttp://www.jornalja.com.br/  - https://marxismocritico.com/

http://marxrevisitado.blogspot.com.br - http://dagobah.com.br/ - www.acessa.com/gramsci/

topo